Author Archive

forca

O MAIS FORTE

Written by bugei on . Posted in Crônicas e Artigos

“O sujeito é forte enquanto acredita e sustenta ideias fortes.” (Sigmund Freud)

Temos sempre a vontade de superar, de sermos fortes, ir abrindo os caminhos e atropelar as dificuldades. Sim temos vontade, ficamos imaginando como fazer, que atitude tomar. Em nossa mente divagamos em pensamentos que nos levam aos nossos desafios pessoais.

Isto é bom, mas de nada adiante se não colocamos em prática. Como diria Carlos Drummond de Andrade: “A minha vontade é forte, mas a minha disposição em lhe obedecer é fraca.” Força sem o ímpeto de se fazer de nada adianta. Antes da medalha, o atleta simula toda competição com total dedicação aos treinos, mas somente quando chega a hora, a de se deixar envolver com o momento lúcido de se fazer algo concreto é que veremos se estamos preparados.

Recentemente vendo um documentário islandês sobre os homens mais fortes do mundo, uma competição que tem sua tradição neste país, um repórter perguntou a um renomado campeão desta modalidade se ser forte tem vantagens. Em uma resposta sábia e humilde o desportista respondeu: “Eu diria que não. Estou sempre cansado, sou muito pesado e estou sempre com dor no joelho.”

Ter força não significa que não sejamos abalados, apenas diz que somos mais capacitados o que também não quer dizer que venceremos. Possuir força para fazer o que é certo envolve treino constante e este por consequência pode trazer fadiga física, mental ou espiritual.

Sempre me pergunto o que realmente é ser forte, ainda não tenho uma resposta completa, mas acredito que assim como a força do lobo está na matilha (um conhecido pensamento dos índios Sioux), nós encontraremos ânimo, energia e nossa alma naqueles que amamos, nossa família e amigos, nosso círculo interno que nos acolhe nos momentos mais difíceis e resguardam nosso espirito.

Conto Zen: Capacidade

Certa lenda conta que estavam duas crianças patinando em cima de um lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam sem preocupação. De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu na água. A outra criança vendo que seu amiguinho se afogava de baixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear com todas as suas forças, conseguindo quebrá-lo e salvar seu amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:

- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que você tenha quebrado o gelo com essa pedra e suas mãos tão pequenas!

Nesse instante apareceu um ancião e disse:

- Eu sei como ele conseguiu.

Todos perguntaram:

- Como?

O ancião respondeu:

- Não havia ninguém ao seu redor para dizer-lhe que ele não seria capaz.

Copyright: Sociedade Brasileira de Bugei - Todos os direitos reservados